Uma década de incentivo à leitura

web_CatedraNina_Cardoso)_010

A Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio completa dez anos. Na quinta-feira, 28, às 17h, no Auditório Junito Brandão, será o início das comemorações com o lançamento da revista Cátedra Digital e a apresentação do novo site. O coordenador da Cátedra, Érico Braga, e o diretor do Instituto Interdisciplinar de Leitura (iiLer), Alessandro Rocha, antecipam que haverá uma programação comemorativa até o fim do ano, como exposição de fotos, trocas e doações de livros, entre outras atividades, e contam as ações implementadas pela Cátedra ao longo desses anos.

O que foi conquistado durante esses dez anos?

Alessandro Rocha: A Cátedra promove ações que têm como ponto de partida a leitura. Nossa sede é o coração da Cátedra, aqui temos um acervo infanto-juvenil e de teoria de leitura. Esse é um dos destaques mais importantes, porque, no fundo, as demais práticas partem desse microcosmo.

De que forma as pessoas podem ter acesso ao acervo?

Érico Braga: O nosso espaço está sempre aberto, mas temos um pré-requisito. É preciso deixar a mochila pendurada no local indicado. Porque existe uma perda gigantesca de livros, mais de mil títulos. Colocamos um sistema de barras na saída e todos os livros têm etiquetas que apitam. A partir do nosso acervo, nos especializamos em práticas de leitura. Assim, foram criadas oficinas de leitura. A nossa perspectiva é que não basta ter um livro, é preciso de mediadores de leituras.

Como funcionam essas oficinas de leitura?

Érico: Quando montamos uma determinada oficina, selecionamos o público, o objetivo, a metodologia, e, somente depois disso, vemos que profissional pode trabalhar naquele local.

Alessandro: Trabalhamos com a concepção de leitura, que não é exclusivamente a leitura do texto escrito, mas leitura de mundo, de imagem, portanto, as nossas oficinas têm sempre a ver com as múltiplas possibilidades de ler, desde romances, poesias, até leitura de imagens e bordados. Há uma grande preocupação com a questão da educação. Temos parcerias com escolas públicas para desenvolver práticas de leitura. Estamos fechando uma oficina no Colégio Estadual André Maurois, aqui perto da PUC. Montamos um projeto em pareceria com o NEAM (Núcleo de Estudo e Ação sobre o Menor), em que 20 moradores da Rocinha recebem a formação de mediadores de leitura e, depois, aplicam esse aprendizado em quatro localidades diferentes da comunidade e em mais quatro colégios ao redor da PUC.

Érico: Parafraseando Monteiro Lobato, que diz que um país se faz com homens e livros, eu digo que um país se faz com homens, leitores e livros. O nosso interesse é justamente fazer esse cruzamento, chamamos os autores e analisamos os textos. A integração entre texto, pessoa e leitor é o que queremos estabelecer.

Como será o conteúdo da revista?

Érico: Tentamos pegar itens que são de interesse geral para criar sessões temáticas e específicas. Por exemplo, o primeiro número é sobre gênero, que deveria ser mais discutido atualmente. O segundo número será sobre estudos e cultura africana. O terceiro, sobre educação de jovens e adultos e o quarto, ecologia e sustentabilidade. Com a revista, temos a oportunidade de garimpar algumas ações e estudos que julgamos interessantes no momento. Não é somente o lançamento de um número, mas a sequência de edições com temas sobre educação.

A revista será digital?

Érico: Sim. E a tendência é que a revista seja trimestral, mas, para este ano, estão previstos três números apenas. Além disso, o site, que já existia, está sendo remodelado, revitalizado. Estamos acrescentando muitas coisas que têm ligação com a revista, por exemplo. Algumas informações serão disponibilizadas na revista e outras no site, que tem uma rotatividade muito maior.  

Programação Mensal Cátedra 10 !

Maio, dia 16: Início da exposição virtual de fotografias.

Dias 23 a 25: Blitz da Leitura: varal de poesia nos bosques da PUC.

Dia 24: Mesa- -redonda: múltiplas leituras da Laudato Si’.

Junho, dias 13 a 17: Exposição de fotografias Cátedra 10!, Blitz da leitura: Livros ao léo…; Teatro: Qualquer coisa a gente inventa, com Meran Vargens.

Agosto, dias 30 e 31: Cine Leitura.

Dias 29 a 31: Blitz da Leitura: Lançamento do 1º capítulo do documentário sobre a Cátedra – Intervenção nos pilotis. Setembro, dia 1: Cine Leitura.

Dias 1 e 2: Blitz da Leitura: Lançamento do 1º capítulo do documentário sobre a Cátedra – Intervenção nos pilotis.

Dias 26 a 30: Troca-troca de livros. Outubro,

Dias 24 a 28: Blitz da leitura: Doação de livros para São Tomé e Príncipe. Novembro, Dias 21 a 25: Blitz da Leitura: Oficinas abertas. Encontros com contadores de história. Entrega da premiação Cátedra 10 !

Fale com o iiLer

Nós não estamos por perto agora. Mas você pode nos enviar um e-mail e responderemos o mais cedo possível.

Enviando

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-RioRua Marquês de São Vicente, 225, Gávea - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Cep: 22451-900 - Cx. Postal: 38097 | Telefone: (55 21) 3527-1001PUC-RIO © 1992 - 2018. Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

Pular para a barra de ferramentas